Depoimento – Alarico Alves

 em Depoimentos

Primeiramente, gostaria de parabenizá-lo pelo excelente site, que presta um relevante serviço para o segmento das pessoas com deficiência no Brasil.Nesse primeiro contato, eu gostaria de apresentar um amigo que é lição de vida para quem acha que pequenos problemas do dia-a-dia podem interferir no crescimento pessoal e profissional do ser humano.O nome desse amigo, é Alarico Alves de Mourra, o Alá ( A lenda do Ciclismo Brasileiro e um dos percursores do ciclismo paradesportivo no Brasil), que levava uma vida pacata em 1979 e acabara de montar uma oficina para motos. Tudo ia muito bem até que, em dezembro desse ano, um terrível acidente tirou-lhe a perna esquerda. Segundo Alá, foi justamente este acidente que causou uma reviravolta em sua vida. Após inúmeras sessões de fisioterapia e musculação, Alá foi ganhando massa muscular e passou a dedicar-se ao ciclismo e à caça submarina. Em 1993 ele filiou-se à Federação Estadual de Ciclismo e começou a competir na categoria para atletas normais. E o que parecia impossível tornou-se realidade: logo em sua primeira prova, em 94, Alá venceu as três etapas da subida de montanha das Laranjeiras ao Cristo Redentor.De lá para cá, Alá colecionou outras vitórias e derrotas também, o que, segundo ele, serviram para se dedicar muito mais ao esporte.Hoje com 63 anos, além de ser Ciclista (8 vezes campeão carioca de ciclismo, campeão do Iron Biker, campeão brasileiro e paulista de mountain bike, 14o. colocado no Mundial de Ciclismo Paradesportivo em 1998, no Colorado – EUA, Campeão do Big Biker 2007 e outros), palestrante, voluntário da ABBR( setor de amputados) é um Escultor premiado e de grande talento, esculpindo em madeira figuras africanas já a algum tempo.

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

jane-5.jpgisete.jpg