Dia do Atleta Olímpico: história de Giovane Vieira

 em Histórias de superação, Sem categoria

Dia do Atleta Olímpico:  A data é celebrada em 23 de junho. Então, para entender um pouco mais sobre a realidade dos atletas, em especial os paraolímpicos, confira a história de Giovane Vieira.

A maioria das pessoas enxerga acidentes como um todo e amputações em especial como um ponto final o que não é verdade. Acima de tudo, a pessoa que passa pela amputação continua perfeitamente capaz de viver e ser independente. Além disso, muitas vezes depois da amputação a pessoa descobre talentos e capacidades que não havia desenvolvido antes. Foi o caso do jovem Giovane Vieira, que graças ao esporte superou as dificuldades que surgiram devido a sua amputação.

O acidente

Giovane sofreu o acidente quando tinha onze anos, no ano de 2009. Na época, ele morava em Apucarana. O perímetro urbano da cidade é cortado por uma ferrovia. Os acidentes com trens e pedestres são relativamente frequentes.

Quando um destes trens estava parado, Giovane subiu em um dos vagões. Então, a locomotiva começou a se mover. Quando estava perto de Mauá da Serra ele decidiu tentar descer. Inesperadamente ele caiu e teve sua perna esquerda amputada.

Esporte

Giovane conta que sempre foi brincalhão e animado. Gostava de estudar e jogar futebol. No entanto, depois do acidente ele mudou. Sentia muita vergonha da sua condição e evitava ficar com amigos.

As coisas mudaram quando ele viu uma matéria com atletas paraolímpicos. Depois disso ele sentiu interesse pela prática de esportes. Em seu colégio começou com o atletismo, praticando arremesso de peso. Em seguida, ele começou a praticar natação.

Como nadador, Giovane começou a se profissionalizar. Ele ganhou prêmios nas Paraolimpíadas Escolares e tornou-se campeão nacional da sua modalidade. Atualmente, Giovane é atleta de canoagem. Ele mora em Londrina, onde realiza seus treinos. Giovane é campeão paranaense, brasileiro, sul-americano, pan-americano e o décimo terceiro no ranking mundial.

Seu maior objetivo hoje, são as Paraolimpíadas de Tóquio em 2020. Ele diz que descobriu seu novo potencial e acredita que ainda é capaz de muito mais.

Confira também a história de Vanessa Valle

Saiba como Mônica voltou a trabalhar depois da amputação

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

paulo azevedo amputados vencedores.jpg
Open chat