Futebol e amputação: Tiago Corrêa

 em Depoimentos

Futebol e amputação: Veja no depoimento de Tiago Corrêa como ele iniciou no esporte, mesmo após perder uma perna.

“Meu nome é Tiago Corrêa, 23 anos, moro na cidade de Capim Branco, interior de Minas Gerais. Sou funcionário publico estadual, e estou no segundo ano do curso de Engenharia Ambiental, na UNIFEMM, da cidade de Sete Lagoas/MG. Há cerca de 1 ano e 02 meses sofri um acidente de moto. Devido a esse acidente tive que amputar a perna direita, abaixo do joelho.

O que para alguns poderia ser o inicio de uma fase melancólica e obscura da vida, para mim teve um outro significado. Inicio de uma nova vida, cheia de surpresas, superações e novidades. Mergulhei em um mundo diferente, conheci pessoas novas, aprofundei em assuntos os quais nunca pensei que existiam. E o melhor: resolvi me dedicar ao esporte.

Atualmente sou atleta da AMDA – Associação Mineira de Desportos para Amputados – entidade mineira que investe no futebol para amputados. Além do futebol para amputados, participei de provas de ciclismo.  E em competições realizadas pela Federação Mineira de Ciclismo.

Já viajei para várias cidades, dentro e fora do estado de Minas Gerais. Participei de competições, palestras e encontros esportivos para deficientes. Tenho um projeto para aquisição de uma prótese específica para atletismo, porém esse tipo de prótese é muito cara. Então estou aguardando uma definição das empresas que procurei. Semana passada fui escolhido como o melhor jogador do Campeonato Mineiro de Futebol para Amputados de 2007, em Belo Horizonte.

Gostaria de deixar meu depoimento para que as pessoas possam ver que um acidente, ou qualquer tipo de mudança radical em sua vida pode não ser pior do que era antes. Cada um de nós temos um propósito, um objetivo para ser cumprido enquanto estivermos vivos, e as vezes tomamos caminhos diferentes para cumprir esse propósito. Uma mudança de vida tão radical como a amputação de um membro, requer, acima de tudo, muito esforço e dedicação da pessoa.

O apoio de família, amigos também é fundamental. Mas nada adianta se a pessoa não se conformar com a ideia de que a partir daquele momento é diferente, especial. E que agora sua vida vai mudar, para melhor ou pior, só depende da vontade de cada um.”

Confira outras histórias de superação

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Luiz_Augusto_Puech10.jpglars_grael.jpg
Open chat