Maio amarelo

 em Deficiência e Amputação, Sem categoria

Movimento maio amarelo: eu faço parte dessa história

Estamos em maio e falaremos nesse mês do maio amarelo. O que é maio amarelo? É o tempo para pensarmos sobre trânsito e sua segurança. É tempo de lembrarmos das vítimas dos acidentes de trânsito (que se foram ou que conseguiram ficar vivas). Ao andarmos em uma rua deparamos com muitos formas de locomoção: carro, moto, bicicleta, caminhão, a pé, ônibus, etc. Também agimos na rua conforme os modelos de educação que recebemos. Podemos obedecer as regras ou desobedecê-las. São muitas as formas e estamos sujeitos a uma regra que mantêm uma certa organização.

Quando praticamos atos inseguros no trânsito muitas vidas ficam em risco, inclusive a sua vida. Muitos vão sofrer e é um tempo de muita reflexão na vida do acidentado.

maio-amarelo-acidente

Jane cruzou uma preferencial com um moto CG azul bolinha em 1981, em 14 de maio. Tem que estar feliz, pois ficou viva

Não obedecer ao maio amarelo é viver uma história de acidente: isso aconteceu comigo em 14.05.1981

Mas, quando essa organização não é seguida sobra uma coisa: acidentes no trânsito. Eu, Jane Peralta, não segui essa regra e também fui uma vítima do trânsito em 1981. No dia 14 de maio (não havia o maio amarelo nos anos 80). Eu usava uma moto CG azul para trabalhar, com 13 anos de idade, e ao sair do trabalho decidi cruzar uma preferencial. Havia uma placa, um triângulo de ponta cabeça e eu não obedeci. Eu não obedeci a organização que mencionei. Conclusão: um carro vinha na sua mão, estava no lugar correto e eu cruzei sua frente. Eu voei longe e tive que lutar pela minha vida.
O farol do carro se quebrou e cortou minha perna direita e pé. Perdi músculos, nervo, cortei artéria e perdi muito sangue. Eu não morri por 10 segundos.

maio-amarelo-ortese-acidente

Uso de órtese após acidente de trânsito em maio de 1981

Foi um maio amarelo de muitas lutas para mim

Um fusca parou para me socorrer e fomos para o hospital. Nesse momento eu teria que viver o momento mais dramático da minha vida. Foram muitas horas até eu conseguir acordar e ver que algo estava diferente. Meu pé havia caído e eu iria mancar para andar. Bom estava viva, mas com sequelas. Uma órtese passou a ser minha companheira de todos os dias e muitas coisas mudaram. Minha família sofreu muito com meu acidente, pois mudou a vida de todo mundo. Foram momentos dramáticos para uma menina com 13 anos de idade.

maio-amarelo-superacao-acidente

Cicatriz do acidente de Jane Peralta em maio de 1981

 

Obedeça as regras no trânsito. Faça parte do maio amarelo

Hoje estou com 50 anos de idade e o tempo passou. Cabelos grisalhos, muita experiência, muitas palestras por esse Brasil para falar sobre segurança do trabalho. Portanto, você pode tornar o seu maio e todos os demais meses maravilhosos para você. Tudo que tem que fazer é seguir as regras do jogo. Obedecer as placas, ser respeitoso, ser respeitado, não beber, estar atento, olhar o limite de velocidade, seguir o farol. Nossa, é muita coisa que podemos fazer para manter a vida e fazer a alegria de muitas pessoas. Não deixe a rotina tirar você dos trilhos e siga o jogo da organização no trânsito.

maio-amarelo-palestra-transito

Jane Peralta em palestras falando sobre maio amarelo e segurança

Saiba mais sobre essa história com Jane Peralta e seu acidente no mês de maio.

Seu blog

Nosso contato: 43 3338-1791 e 9 9997-6275

Olha o maio amarelo aí gente. Vamos seguir esse caminho do bem.

 

 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

FredericoRios3.JPG