O que fazer diante de uma Amputação?

 em Superando a Amputação

Amputação é algo muito dramático

A amputação é um processo que pode iniciar antes mesmo do procedimento cirúrgico.  Quando possível, o preparo do paciente constitui o primeiro passo para sua reabilitação posterior.

É natural que, diante de uma amputação a ser concretizada  as pessoas sintam-se fragilizadas, inseguras, emocionalmente instáveis. Acometidas por pensamentos conflitantes; sentimentos de medo da morte ou da incapacidade em algum grau. Podem viver  angústia de prospectar um futuro incerto e avaliado como difícil, já que se depara em uma circunstância difícil e desconhecida até então.

Superando uma amputação

Este quadro evidencia a necessidade premente de uma reorganização no campo das ideias, para que a pessoa comece a lidar com as novas demandas surgidas. Tão difícil quanto importante está, em primeiro lugar, a aceitação da condição real de amputação, muitas vezes negada, consciente ou inconscientemente, o que acaba dificultando a recuperação posterior do amputado.

Em segundo lugar, a aceitação de toda ajuda oferecida, entendendo-a como temporária e necessária para o alcance da autonomia que for possível na nova condição de vida. Aceitar a condição para não sucumbir a ela, é algo que pode ser alcançado com diferentes graus de dificuldade, dependendo de uma série de fatores como as condições subjetivas da pessoa e objetivas do ambiente.

Uma rede de ajuda para superar a amputação

Por isso, nem sempre é algo que a pessoa que sofre a amputação, consegue alcançar sozinha. A rede de apoio deve se fazer presente, estar alerta e encaminhar para ajuda profissional quando for o caso.

Essa atitude de aceitação, abre caminho para o engajamento nas atividades e procedimentos  de reabilitação, fundamentais para o delineamento de uma condição de vida digna e saudável.

Um bom Programa de Reabilitação deve compreender atividades terapêuticas, considerando a integralidade do indivíduo, de maneira a fortalecê-lo física, psicológica e socialmente, ressignificando sua identidade e facilitando sua reinserção social e produtiva.

Nada é fácil, tudo requer alta dose de esforço, mas tudo é possível melhorar. O importante é QUERER, e TENTAR, TENTAR  e TENTAR…

Por: Mirtes Menezes, Psicóloga e Mestre em Educação. Conheça as palestras de Mirtes Menezes. Clique aqui

Conheça o Hospital Sara

Você sabia que Roberto Carlos sofreu uma amputação quando criança?

Conheça a história do acidente de trabalho Flavio Peralta:
Site
Blog
Conheça outras histórias de acidentes de trabalho de nosso portfólio
Contato:
flavio@amputadosvencedores.com.br
43 3338-1781 e 9 9997-6275

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

ritinha amputacao pernas