Visita do Amputados Vencedores à Unimed Londrina

 em Sipat destaques

Sobre a Unimed

A Unimed Londrina é líder do mercado regional de planos de saúde desde 1971, atendendo Londrina e mais 28 cidades no norte do Paraná. A rede é composta por 30 hospitais, mais de 1.200 médicos e 600 colaboradores. Ela ainda conta com um amplo conjunto de clínicas, laboratórios e ambulâncias credenciadas.

A cooperativa já figurou no ranking das 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil, desenvolvido pelas revistas Você S/A e Exame. Um dos elementos mais relevantes para esse resultado é a valorização dos profissionais em todos os setores.

As boas práticas adotadas pela Unimed incluem a preocupação permanente com a segurança do trabalho. E a equipe do Amputados Vencedores se orgulha de contribuir com o trabalho de capacitação e conscientização dentro da empresa.

 Segurança na área da saúde

O risco biológico está entre as principais preocupações para os trabalhadores do setor. Eles podem ficar expostos à contaminação pelo manuseio de material biológico ou uso inadequado de materiais como seringas e agulhas.

Orientações sobre EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva) são indispensáveis. No grupo dos EPIs, destacam-se acessórios com toucas, máscaras e luvas descartáveis.

O grupo dos EPCs é composto por materiais fixos ou móveis instalados no local de trabalho. Eles incluem kits de primeiros socorros, utilizados para pequenos ferimentos, e kits de desinfecção, para situações que envolvem material biológico.

Entretanto, para que o trabalho de conscientização seja ainda mais efetivo, é importante ir além das orientações básicas. Por isso, a história de vida de Flávio Peralta e sua experiência como palestrante são um importante diferencial. 

Atendimento do Amputados Vencedores na Unimed

Flávio Peralta sofreu um acidente de trabalho em 1997, enquanto realizava a troca de um transformador. Devido ao choque elétrico de 13.800 volts, teve que realizar várias cirurgias e amputar os braços. A falta de equipamentos de proteção e o cansaço de uma longa jornada são apontados como causas do ocorrido.

Em 2001, Flávio fundou o projeto Amputados Vencedores para ajudar outras pessoas na mesma situação e promover a segurança no trabalho. Junto com sua equipe, ele apresenta palestras sobre o tema em algumas das principais empresas do país, como Petrobrás e Saint Gobain.

Na visita à Unimed Londrina, Flávio e o time do Amputados Vencedores ministrou palestras para duas turmas de colaboradores. Estiveram com ele a esposa, Jane Peralta, e o filho Vinícius.

O evento ainda teve participações especiais de Fátima Peralta, irmã de Flávio, e do bombeiro aposentado Hélio Paiva, responsável pelo resgate dele no dia do acidente. Além de abordar a importância das normas de segurança, eles ressaltaram os cuidados necessários para garantir atendimento adequado aos pacientes.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

grau-de-risco
Open chat